Carregando...

Para agendar uma consulta para o tratamento de interesse, preencha os campos abaixo com seus dados e aguarde o contato e a confirmação da data.

Bronzeado: passo a passo para ter uma pele mais dourada e saudável

Bronzeado: passo a passo para ter uma pele mais dourada e saudável

O uso do protetor solar evita que a pele seja queimada pelos raios ultravioleta e fique vermelha, mas não impede a conquista do dourado que muitos desejam.

"O bronzeamento é uma consequência da quantidade de melanina que cada organismo consegue produzir. É uma predisposição genética. Quem tem a pele clara não conseguirá maior produção de melanina por tomar sol por mais tempo, por exemplo", explica a dermatologista Miriam Sabino.

Proteção extra

No Consenso Brasileiro de Fotoproteção, a Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD) recomenda o uso de protetores solares com Fator de Proteção Solar (FPS) mínimo de 30 para evitar os danos causados pelos raios UVB. FPSs maiores são necessários para pessoas em situações específicas, como com antecedentes próprios ou familiares de câncer de pele e em tratamentos cosmiátricos ou de doenças cutâneas. De qualquer maneira, o mais indicado é que cada pessoa consulte um dermatologista para entender o melhor FPS para seu caso.

Outra orientação é que os produtos tenham proteção contra os raios UVA, sinalizada no rótulo por sinais de "+" ou pelas frases "Proteção UVA" ou "Proteção de amplo espectro".

Óleos bronzeadores de FPS baixo (normalmente 4 ou 6) pedem cuidados especiais. Eles não protegem a pele o suficiente, mas quem não dispensa seu uso pode combiná-lo com um filtro com Fator de Proteção Solar maior. A ordem de aplicação deve ser primeiro o protetor com maior FPS e, por último, o bronzeador.

"Durante a exposição ao sol, a pessoa pode usar o protetor solar adequado ao seu tipo de pele e, por cima, um óleo bronzeador ou autobronzeador. Esse tipo de produto deixa um tom mais dourado na pele e não interfere na proteção adequada, que foi assegurada com o protetor solar ", explica Miriam.

Passo a passo para um bronzeado seguro

Confira, a seguir, quatro passos que ajudarão no bronzeamento seguro no verão:

PASSO 1: Estimular o organismo

Ingerir alimentos e complementos específicos estimula o organismo a produzir melanina. "A cenoura, a beterraba e o mamão, ricos em betacaroteno, fazem bem esse papel", exemplifica a dermatologista Daniela Schmidt Pimentel. Ela também indica o uso de cápsulas antioxidantes pró-bronzeamento via oral para a mesma finalidade.

A preparação deve começar cedo, segundo Miriam: "O ideal é iniciar o consumo tanto de alimentos quanto de cápsulas com pelo menos 30 dias de antecedência. Não adianta adotar esses cuidados no mesmo momento em que vai se expor ao sol."

PASSO 2: Programar-se para tomar sol nos horários adequados

O horário recomendado pelas dermatologistas e pela SBD para a exposição ao sol, haja ou não a intenção de se bronzear, é antes das 10h e depois das 16h. O período de exposição diária é livre, desde que respeitando esses intervalos. "A intensidade do bronzeamento não tem a ver com o tempo, mas com a capacidade de produção de melanina de cada um", relembra Miriam.

De toda forma, ela e Daniela consideram interessante se expor gradativamente ao sol. "Dá para começar com 15 minutos e ir aumentando aos poucos, para evitar desconfortos com o calor", sugere Daniela. "É bom também ter a consciência de que um bronzeado legal e seguro não vem em um ou dois dias. A pele precisa de tempo para atingir seu potencial", prossegue.

PASSO 3: Passar o protetor solar nos momentos certos e na quantidade adequada

De acordo com a Sociedade Brasileira de Dermatologia, o protetor solar leva de 20 a 30 minutos para começar a agir - logo, deve ser passado na pele com esta antecedência para que a proteção seja eficaz. Porém, alguns produtos disponíveis no mercado atualmente têm ação imediata. Essa indicação deve vir no rótulo do produto.

Além disso, o protetor deve ser reaplicado a cada 2 a 3 horas ou sempre que se entrar no mar ou na piscina ou, ainda, quando o corpo suar demais.

A quantidade adequada de protetor para cada parte do corpo é indicada no Consenso Brasileiro de Fotoproteção usando colheres de chá como medida padrão, como segue:

Rosto, cabeça e pescoço: 1 colher de chá
Braço e antebraço direitos: 1 colher de chá
Braço e antebraço esquerdos: 1 colher de chá
Torso (frente e costas): 2 colheres de chá
Coxa e perna direitas (frente e costas): 2 colheres de chá
Coxa e perna esquerdas (frente e costas): 2 colheres de chá.
Vale ressaltar que esta é a quantidade para uma pessoa de estatura mediana e de aproximadamente 70 kg. A altura e o peso de cada indivíduo podem levar a variações para mais ou para menos.

PASSO 4: Hidratar a pele no pós-sol

Uma boa hidratação após a exposição ao sol é muito valiosa para manter a pele bonita e preservar o bronzeado. "Existem produtos específicos para isso, com substâncias calmantes como aloe vera, conhecida popularmente como babosa. Eles evitam que a pele descame e fique com aquele aspecto ressecado que ninguém quer", diz Miriam.

Quem não tiver um desses à mão pode usar o hidratante do dia a dia sem peso na consciência. Procure por produtos com um bom óleo na composição, como o de macadâmia, e faça a hidratação normalmente.

Fonte: Minha Vida